5 de junho de 2020 13:33

Alunos da UnP e FMU participam de aula com a intérprete Gessilma Dias

Por meio do Collaborate, estudantes puderam ouvir sobre o trabalho inter e multidisciplinar desenvolvido pela profissional durante lives de cantores

Uma aula-espelho sobre Libras, realizada na modalidade remota, reuniu alunos da 1ª série do Curso de Fonoaudiologia da UnP e da FMU, instituição também integrante da rede Laureate Brasil. A atividade foi realizada pelo Collaborate no dia 1º de junho com a participação da intérprete de Libras, Gessilma Dias, conhecida por sua atuação em lives de artistas como Marília Mendonça e a dupla Maraia e Maraísa.

Durante o período de pandemia, apresentações ao vivo têm reunido milhares de espectadores por meio das redes sociais. Por isso, atendendo aos pedidos dos alunos a Profa. Liliane Azevedo, Coordenadora de Fonoaudiologia, fez a análise dos vídeos de Gessilma como adaptação nas aulas da disciplina para treino de habilidades envolvendo os aspectos da Língua Brasileira de Sinais. Foi daí que surgiu a ideia do convite.

Gessilma, que é Fonoaudióloga, também possui Licenciatura em Letras-Português e Pós-Graduação em Psicopedagogia e em Libras. Ela conta que foi muito bem recebida para falar do seu trabalho que é inter e multiprofissional.

“Foi um enorme prazer participar da aula com os meus futuros colegas de profissão da Fonoaudiologia, pois pude apresentar que essas área e Libras podem e devem caminhar juntas em prol do bom desenvolvimento das pessoas surdas”, afirma.

A profissional conta que trabalha com uma equipe de outros intérpretes – o Vinícius Batista e a Mariá Rezende – para fazer uma tradução de qualidade durante as lives. Sobre a visibilidade que a profissão tem ganhado com as transmissões ao vivo, ela avalia que este é mais um espaço que garante o direito linguístico à comunidade surda, valorizando a Língua de Sinais e a a profissão dos intérpretes e tradutores de Libras.

“Nem tudo está sendo ruim durante esse tempo de isolamento. Todos nós nos reinventamos diariamente. Desejo que quando isso passar, não passe junto a importância da permanência do profissional da área da tradução estar em todos os espaços”.