24 de setembro de 2020 09:16

Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo oferece serviços gratuitos para ONGs e famílias de baixa renda

Instituições filantrópicas podem se inscrever para triagem até 5 de outubro

Famílias e comunidades de baixa renda, instituições filantrópicas e ONGs podem se inscrever até 5 de outubro para serem atendidas gratuitamente com serviços de arquitetura em Natal e Mossoró. A iniciativa é do Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo (EMAU) da UnP.

O projeto com atuação desde 2018, retomou as atividades no segundo semestre de 2020 e ampliou o público.  O objetivo é atender pessoas ou instituições que não tenham recursos para acionar os serviços de um arquiteto e urbanista. Com foco nas comunidades excluídas e agora também nas instituições filantrópicas, o Escritório Modelo assistirá esse público, oferecendo serviços que ajudarão a regularizar imóveis ou mesmo organizar legalmente obras.

Todos os atendimentos serão realizados de forma remota, em virtude da pandemia do COVID-19. Os interessados em participar do projeto podem utilizar um dos nossos canais para inscrição: Formulário On-line; contato pelo Whatsapp, nos números (84) 99948-9534 e (84) 98880-0620; ou pelo e-mails dos Coordenadores de Curso: [email protected] (para demandas em Natal) ou [email protected]  (para Mossoró).

A triagem dos candidatos avaliará aos requisitos sociais. Em seguida, eles serão selecionados para dar início ao serviço de consultoria e elaboração de projetos.

Conheça o EMAU

O Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo (EMAU) é um projeto de extensão do Curso de Arquitetura e Urbanismo, que atua desde 2018 e conta com infraestrutura para atendimento em Natal e Mossoró. Atendem essencialmente demandas sociais, assistindo pessoas e instituições que possuam dificuldade financeira para acionar os serviços da área. O projeto é aprovado pelo Conselho Nacional de Arquitetura e Urbanismo (CAU).

SERVIÇO
Escritório Modelo de Arquitetura – EMAU UnP
Local: 
Natal e Mossoró
Triagem: 23 de setembro a 5 de outubro
Público-alvo: Instituições filantrópicas, ONGs, comunidades e famílias de baixa renda.
Inscrições: