21 de março de 2022 15:44

UnP Natal realiza mutirão gratuito para declaração do IRPF 2022

Além de tirar dúvidas, a população poderá preencher e enviar a declaração do IRPF; iniciativa se estende aos profissionais de Enfermagem que combatem à Covid-19

Contribuintes que ainda não declararam o Imposto de Renda Pessoa Física 2022 e querem acertar as contas com o “leão”, podem participar do mutirão gratuito promovido pelo Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da UnP, em Natal.

A iniciativa é realizada pelos estudantes de Ciências Contábeis e vai da próxima segunda-feira (21) até o dia 27 de maio. Os atendimentos acontecem às segundas e terças-feiras na Unidade Zona Norte e de segunda a quinta-feira na Unidade Roberto Freire, sempre das 16h às 19h. Quem preferir, poderá realizar o atendimento virtual. Para participar, os contribuintes podem se inscrever através de formulário on-line disponível no link: bit.ly/mutiraoirpfunp.

Além de tirar dúvidas, a população poderá preencher e enviar a declaração do IR, portando documentos com dados de identificação pessoal e dos seus dependentes, se houver, comprovantes de renda, comprovantes de pagamentos para o IR 2022 e comprovantes de bens.

Parceria com o Coren

O mutirão também se estende aos profissionais de Enfermagem que trabalham na linha de frente contra a Covid-19. O serviço é uma parceria firmada entre UnP e Conselho Regional de Enfermagem (Coren/RN). Para declarar o Imposto de Renda, o profissional deve ter até duas fontes de rendas, não ultrapassando o limite de até R$ 60 mil; não possuir pensão judicial; não pode ter ganho de capital (participação societária em empresas ou investimentos em ações); não pode receber de pessoa física; não pode fazer “Carnê leão”.

As principais novidades deste ano para o IRPF são: recebimento da restituição ou pagamento do imposto por meio de Pix e ampliação do acesso à declaração pré-preenchida, para que o contribuinte receba um formulário preenchido e apenas confirme os dados antes do envio para o Fisco.

Segundo a Receita Federal, a expectativa é que sejam recebidas 34,1 milhões de declarações. O prazo para envio, que começou em 7 de março, vai até 31 de maio. “O não envio da declaração do Imposto de Renda acarreta na pendência do CPF do contribuinte e impossibilita a participação dele em programas sociais, movimentações bancárias como financiamentos, entre outros”, explica a coordenadora do NAF, professora Rossana Medeiros.